31 de maio de 2009

"Tasca Beat" em Cotação em Alta

Após sete anos de existência, os Oquestrada lançam o seu primeiro albúm, um trabalho lançado pela Sony BMG.

“Tasca Beat: o sonho português” é um trabalho minucioso, em que o próprio nome representa a inovação que Oquestrada querem trazer à música. Cada palavra contribui para o resultado final traduzido no nome do álbum. “Tasca Beat – nova batida popular de coração português; propícia ao encontro e desgarrada com o mundo (em vias de expansão)”.

A Banda oriunda de Almada, Margem Sul, é composta por cinco elementos: Marta Miranda, a das Cantiguinhas na Boca; Lima, o Arquitecto; Zeto, o Rapaz d’Aço; Pablo, o Homem do Leme e Donatelo, o Bom Vivant.

Com uma capacidade comunicativa enorme e uma vitalidade inesgotável, Oquestrada demonstra o que de melhor tem a música nacional. Não é fado mas celebra-o, e busca a verdade do Mundo à portuguesa.

“Tasca Beat: o sonho português” para ouvir na Rádio Zero, em Cotação em Alta, no PIB.

Joana Pimenta, 2009/05/31, 23:14

30 de maio de 2009

Boa música portuguesa e de graça!

Já sabíamos há mais de um ano que a Optimus andava a patrocinar e a promover concertos internacionais e nacionais por todo o país, mas desta vez fez melhor:

Henrique Amaro (já conhecido pelos Novos Talentos FNAC) é o responsável pelo projecto Optimus Discos que pretende editar música portuguesa gratuita através da Internet. Os primeiros resultados já estão à vista há mais de um mês: Madame Godard, The Pragmatic, The Bombazines, Tiguana Bibles, DJ Ride e Tó Trips + Tiago Gomes. Os 6 discos EP estão disponíveis aqui e têm uma edição física limitada de 500 exemplares, já que o objectivo é mesmo divulgar a música pela grande rede.

Mas não é tudo: esta é apenas a primeira série de 6 discos disponíveis e a segunda já anda a bater à porta e dentro de pouco tempo também estará disponível gratuitamente no site da Optimus e na FNAC: são eles Real Combo Lisbonense, Márcia, Rui Maia, Vicious Five, Bezegol e Mazgani.

Série 1:

Madame Godard - Aurora
The Pragmatic - Circles
The Bombazines - The Bombazines
Tiguana Bibles - Child Of The Moon
DJ Ride - Beat Journey
Tó Trips + Tiago Gomes - Vi-os Desaparecer Na Noite

Série 2:

Real Combo Lisbonense - Sem Título
Márcia - A Pele Que Há Em Mim
Rui Maia - Mirror People
Vicious Five - Lisbon Calling
Bezegol - Rude
Mazgani - Tell The People

Pessoalmente, estou viciada na Love is Poker dos Madame Godard. Grande descoberta!

Diana Guerra, 2009/05/30, 15:27

24 de maio de 2009

Million Dollar Lips e o seu “Lust” no PIB

Através da distribuidora Compact Records, por Marc Requill, músico produtor belga membro dos Evil Superstars e Vive la Fête, e Danny Mommes, encontramos o segundo trabalho da banda de Sesimbra Million Dollar Lips.

“Lust” é um álbum que representa todos os sentimentos da banda, em qualquer situação, em qualquer lugar, num género electrónico.

Million Dollar Lips é uma banda composta por quatro elementos: Z, Obsessive Jon, Lazy e Gambler. A sua sonoridade é feita para o público e com o público, sendo os concertos vividos até ao máximo, com intensidade extrema. “A Música é a forma como nos expressamos, não faz sentido mantê-la numa caixa”.

“Lust”, dos Million Dollar Lips, para ouvir no PIB, em Cotação em Alta com entrevista transmitida durante toda a semana.

Joana Pimenta, 2009/05/24, 20:25

20 de maio de 2009

Oquestrada dão espectáculo no Tivoli

Perante uma sala cheia, os Oquestrada deram, terça-feira, um concerto notável, no teatro Tivoli, em Lisboa.


Na fase de lançamento do primeiro álbum, “Tasca Beat: o sonho português”, a banda de Almada mostrou na capital toda a diversidade de ritmos e instrumentos de que é composta, numa fusão de estilos bem-disposta e descontraída.


A energia da vocalista, Marta Miranda, juntou-se aos instrumentos superiormente executados pelos colegas de banda e o resultado foi notável.


A juntar aos temas, os Oquestrada apostaram ainda em conquistar os olhares do público, através de cenários e personagens que foram acompanhando o espectáculo: as luzes de feira, o balcão da tasta e o respectivo empregado, ou até o candeeiro que ilumina o músico, numa simbiose perfeita com cada música e com o próprio conceito do disco.


Feito o lançamento do álbum na capital, a banda prepara-se agora para levar “Tasca Beat” pelo país. Entre os vários concertos já agendados, destacam-se as passagens pelo festival Delta Tejo – em Oeiras, dia 4 de Julho – e pelo Festival de músicas do mundo, em Sines, dia 17 do mesmo mês.


Ruben Portinha, 2009/05/20, 22:39

18 de maio de 2009

Novo trabalho de Born a Lion em destaque no PIB

Bluezebu” é o novo trabalho dos Born a Lion, uma continuidade do manifesto do rock’n’roll clássico iniciado no primeiro álbum “John Captain”.


A Banda da Marinha Grande, Leiria, é composta por: Rodriguez (Rodrigo Cassiano) voz, harmónica e bateria; Melquiadez (Bruno Catanhede) guitarra e lap steel e Nunez, nos teclados e baixo.


“Bluezebu” é um álbum editado pela Lux / Compact Records e é uma composição multisonora. Uma junção de rock agressivo, na voz rouca de Rodriguez, sem fronteiras, um rock que se alimenta de excessos e melodias mais blues, onde encontramos a participação do piano de Filipe Costa, membro dos Sean Riley e The Slowriders.


Esta semana o PIB destaca Born a Lion com uma entrevista conduzida por Ruben Portinha, para ouvir durante toda a semana, assim como o seu “Bluezebu”, em Cotação em Alta.


Joana Pimenta, 2009/05/18, 01:23

10 de maio de 2009

"Geração da Matilha" em Cotação em Alta

Com o primeiro álbum editado em 2007, Mundo Cão apresenta-nos o seu mais recente trabalho “Geração da Matilha”, uma expressão de liberdade constante. Um trabalho lançado pela editora Cobra Records.


Formada em Braga, no ano de 2001, a banda Mundo Cão é composta por: Pedro Lagina na voz; Miguel Pedro na bateria, teclados, electrónica e coros; Vasco Vaz nas guitarras, sintetizadores, programações e coros; Nuno Canoche no baixo e coros e Adolfo Lúxuria Canibal e Valter Hugo Mãe nas letras.


“Geração da Matilha” busca o rock descomplexado sem rótulos associados, a liberdade expressiva de um todo, um trabalho de introspecções, uma fuga constante ao vírus da normalização, da padronização e da resignação.


Liberdade expressiva com Mundo Cão, “Geração da Matilha” para ouvir no PIB, em Cotação em Alta, durante toda a semana.


Joana Pimenta, 2009/05/10, 22:57

3 de maio de 2009

B Fachada em destaque no PIB

Pela mão da editora Flor Caveira encontramos o primeiro álbum de B Fachada - “Um Fim de Semana no Pónei Dourado” - o quinto trabalho da sua carreira após “Até Toboso” (EP, Maio 2007), “B sings the Lusitanian Blues” (EP, Maio 2008), “Mini CD” (EP, Maio 2008) e “Viola Braguesa” (EP, Outubro 2008).


Dentro da Pop/Folclórica Erudita, como gosta de se definir, B Fachada explora as potencialidades do tom luso, um carácter de Portugalidade, contando e cantando as histórias da Cidade em qualquer lugar.


Entre as canções de avanço do álbum “Um Fim de Semana no Pónei Dourado", podemos encontrar “Beijinhos”, que conta com a participação da voz de Márcia e a guitarra de J. De Almeida, “Zappa Português” e “Lá na Selva”, num conjunto de 11 temas para ouvir.

 

“Um Fim de Semana no Pónei Dourado”, a renovação da tradição musical por B Fachada, para ouvir no PIB, em Cotação em Alta.


Joana Pimenta, 2009/05/03, 19:08