9 de janeiro de 2010

B Fachada, o disco, no PIB em Cotação em Alta

Finalmente, depois de um “Fim-de-semana no Pónei Dourado”, Bernardo Fachada reservou-nos no fim de 2009 um inédito homónimo com um som límpido e uma instrumentação impecavelmente certeira – ‘B Fachada’, o disco.

Com músicas de dois ou três minutos de uma dinâmica instrumental, Fachada constrói histórias de amor e desamor, através de meia dúzia de versos.

Entretanto, “Fomos à Escócia e voltámos, loucos por ficar a sós, fomos mas nunca chegámos a sair do meio de nós”, com a terceira faixa, “Desamor”, levando-nos a uma permanente falsa esperança.

As restantes músicas são óptimas, num total de onze, sendo o piano o instrumento central do disco, principalmente na balada “Só te falta seres mulher”, retratando muito bem o classicismo destas canções que poderiam, perfeitamente, viver noutra época qualquer.

Para terminar esta sequência, não poderia faltar a formidável faixa “Estar à espera ou procurar”, incrivelmente trabalhada e primorosa em cada detalhe.

Foi desta forma, genuinamente cuidada, que Bernardo Fachada confirmou o magnetismo e a beleza deste disco. Esperemos, expectantes, pelo próximo. Até lá, deliciemo-nos com este ‘vintage’ de grande qualidade.

Priscila Andrade, 2009-01-10, 16:00