22 de fevereiro de 2010

SOULS OF FIRE, com o segundo álbum «Subentender», em cotação em alta

Nasceram em 2000. Em 2006 editaram o seu primeiro álbum e ei-los, agora, Souls of Fire, com o seu segundo disco de originais intitulado «SUBentender».

Esta banda originária do Porto canta maioritariamente em português e apresenta uma sonoridade que parte dos ritmos afro-jamaicanos que estão na formação do reggae, ragga e ska.

A preocupação dos Souls of Fire no seu primeiro álbum, «Comunicar», era mesmo esse, o de comunicar, passar a mensagem, o manifesto, o alerta que esta sociedade não estaria a funcionar muito bem. Mas, tão importante como a mensagem, é realmente perceber a mensagem. E por esse motivo, «SUBentender» é o título que a banda deu ao seu segundo álbum, pois, subentender é perceber melhor. Perceber melhor aquilo que nos é transmitido pela televisão, pelos media e, sermos suficientemente lúcidos do real para não nos transformarem a cabeça e nos enganarem com sensacionalismos. E é precisamente isso que Souls of Fire tentam passar nas suas músicas, reflectindo a luta pela criação de uma maior consciência, batendo-se de frente contra a opressão e a desigualdade imposta pelo actual sistema mundial.

«Subentender», num total de 13 temas, para ouvir músicas que comunicam e que intervêm.





Priscila Andrade, 2010-02-22, 13:50h