22 de março de 2010

Não percam o comboio das 14h, de Teça a Sexta-Feira, com Bunnyranch e o novo disco «If You Missed the Last Train».


Não, não é o nome de nenhum bordel legal no estado do Nevada. É uma banda de rock n’roll portuguesa originária de Coimbra – os Bunnyranch, que chegam com o seu novo trabalho de originais “If You Missed the Last Train”. São eles Kaló, na voz e bateria, Pedro Calhau no baixo, João Cardoso nas teclas e vozes e conta ainda com um novo guitarrista, Augusto Cardoso. Este novo disco, com dez temas, é o quinto do seu percurso pela junção do rock ao punk, e do pop ao soul, que se iniciou em 2001. “If You Missed the Last Train” sucede aos EP «Teach Us Lord» e «How To Wait», ambos lançados em 2007. Desde então, que o seu estilo musical se tem mantido igual, se bem que, há um claro amadurecimento neste disco, ao mesmo tempo que se denota certas descargas juvenis marcadas pela natural espontaneidade. Não se preocupam em seguir a “moda musical”, optando antes por serem eles próprios, “não abdicando daquilo que fizeram, do que vão fazendo e do que vão continuar a fazer”. Actualmente, os Bunnyranch já não são uma banda exclusivamente de Coimbra, mas também de Santa Maria da Feira e de Lisboa. Contudo, continua bem presente o rock n’roll conimbricense. Há ainda uma presença lendária que não deve ser esquecida: Boz Boorer – director musical da banda Morrissey e colaborador de David Bowie, Jools Holland e Edwin Collins. Neste disco, tornou-se mais um quinto elemento do que propriamente produtor. Foram precisos nove dias para gravar e misturar nos estúdios de Serra Vista no Algarve (Boz Boorer é proprietário dos estúdios Serra Vista). Esta semana no PIB, não percam o comboio Bunnyranch com entrevista e claro, a música, para destacar. Façam uma boa viagem.



Priscila Andrade, 2010-22-03, 13:20h