26 de julho de 2010

Bandarra em alta no PIB com o primeiro disco de originais


Bandarra é o nome da banda açoriana constituída por Pietá na voz, acordeão, percussão e kazoo, Claúdia na voz, percussão, melódica e kazoo, Fausto na viola caipira, bandolim, ukulele, guitarra clássica e voz, Chris na guitarra eléctrica, acústica e vocalizações, Gira no baixo e vocalizações e Manu na bateria, percussão e trombanu.


A banda teve início em 2007, com o nome de “Funfarra”. Entretanto, ocorrem várias alterações nos membros da banda, o tempo foi passando e, finalmente, 2010 é o ano que marca o lançamento do primeiro disco de Bandarra, composto por 13 temas originais.

A não perder, juntamente com a entrevista, mais uma descoberta nacional, no PIB desta semana. Para mais informações, www.bandarra.info

Priscila Andrade, 2010-07-26, 00:45h

19 de julho de 2010

Madame Godard em grandes altas, com o primeiro álbum ‘Galápagos’

E são eles Juvenal Vieira (voz e theremin), Pedro Amaro (guitarras, banjo, trompete e coros), Paulo Oliveira (teclados, violino e theremin), Paulo Gonçalves (baixo e coros) e José Ribeiro (bateria) que dão forma a Madame Godard.

Esta banda de Viana do Castelo, formou-se em 1997 e só agora é que lançam, em edição de autor, o seu primeiro álbum ‘Galápagos’.

Como explicou Juvenal Vieira à agência Lusa, “é um disco pop que visita vários pontos do globo, várias texturas e acho que é aí que nos sentimos mais confortáveis. É explorar um pouco do que há por aí [na música]. Daí o título ‘Galápagos’”.

O álbum abre com “Steve Zissou”, numa referência ao filme “Um peixe fora de água” de Wes Anderson, e… mais não acrescento. Esta semana será a banda em destaque, presenteando-vos ainda com a entrevista ao vocalista, Juvenal Vieira. Como tal, para descobrirem mais um pouco da grande música nacional que temos, façam o favor de acompanhar o Produto Interno Bruto, à hora habitual.



Priscila Andrade, 2010-07-19, 20:10h

5 de julho de 2010

Primeiro álbum dos Flor-de-Lis, "Signo Solar", em altas


Um ano depois de terem representado Portugal no Festival Eurovisão da Canção em Moscovo com o tema “Todas as ruas do Amor”, o grupo Flor-de-Lis edita o seu primeiro álbum intitulado “Signo Solar”. 

Formado por Daniela Varela (voz), Paulo Pereira (sopros e percussão), José Camacho (guitarra clássica e portuguesa), Jorge Marques (guitarra clássica, cavaquinho, bandolim, banjo e coros), Ana Sofia Campeã (acordeão) e Pedro Marques (bateria e percurssão), compõem um conjunto de temas, cujas letras são adaptações de poesia de poetas portugueses como Eugénio de Andrade (tema “Adeus” adaptado do poema “Adeus”)” e Ary dos Santos (tema “A Princesa” adaptado do poema “Tempo da Lenda das Amendoeiras”), assim como do escritor português Miguel Torga (tema “Drave” adaptado do poema “Despertar”). 

Contam ainda com uma participação especial de Paulo Carvalho com “Obrigado”. O seu álbum é o resultado da influência poética portuguesa e de vários géneros musicais oriundos de África e do Brasil, passando pela Europa, a Argentina, o México e o Chile. 

Contudo, sem sobra dúvida que o que se destaca dele é o folclore português. A não perder, esta semana no PIB, mais um sucesso da música nacional portuguesa, juntando-se-lhe a entrevista. Fiquem connosco, de segunda à sexta-feira, à hora habitual.

Priscila Andrade, 2010-07-05, 20:30h