31 de janeiro de 2011

«O Experimentar na m'Incomoda» é o primeiro disco a solo do Septimus, em altas

"O Experimentar na m'Incomoda" é um projecto que recria alguns temas da música tradicional açoriana em novas linguagens sonoras. É da responsabilidade de Pedro Lucas que estudou guitarra clássica no Conservatório Regional da Horta, teve formação profissional em Produção e Marketing Musical e Técnico de Som e está, actualmente, a licenciar-se em Estudos Artísticos pela Universidade Aberta. Mas o seu «currículo» não fica por aqui. Como músico, fez ainda parte dos Bandarra, desenvolvendo alguns projectos. 
Com o alter ego "Septimus Warren Smith" (um veterano inglês da I Guerra Mundial, homem de negócios e amante das artes, especialmente da música) deu lugar, finalmente, ao seu primeiro disco a solo - "O Experimentar na m'Incomoda" - que partiu de um outro projecto - "O Cantar na m'Incomoda" (1998) - do músico Carlos Medeiros, da Ilha Terceira.
Este disco conta com a participação dos músicos açorianos Carlos Medeiros (na voz - faixa 7), José Medeiros (na voz - faixa 3), Jácome Armas (no didgeridoo - faixa 3, palmas e estalos de dedos - faixa 6), e ainda dois ex-companheiros dos Bandarra como Miguel Machete (na voz - faixa 2, 6 e 10), e Pedro Gaspar (no contrabaixo - faixa 6, viola caipira - faixa 3, segunda voz - faixa 2).




O álbum contêm 10 temas e segue-se o respectivo alinhamento:
1. Findo o Linho
2. Lenga-Lenga
3. Ilhas de Bruma
4. Rema
5. Foliões
6. Caracol
7. Bela-Aurora
8. Santiana
9. O Bravo
10. As Vacas

A imagem da capa é da responsabilidade da artista plástica Andrea Inocêncio que recriou uma imagem da coroa do Espírito Santo, que é o símbolo máximo daquela que é, sem dúvida, a maior expressão cultural dos Açores.
"O Experimentar na m'Incomoda" deve ser a atitude geral dos nossos ouvintes das emissões do PIB desta semana, à hora habitual. 


Priscila Andrade

24 de janeiro de 2011

Terrakota em altas com «World Massala», o quarto álbum de originais

«World Massala» é assim o nome do quarto álbum de originais dos Terrakota.
Romí, Junior, Alex, Francesco, David, Humberto e Nataniel são os nomes dos sete elementos que constituem a banda e que oferecem uma sonoridade multicultural (portugueses com ascendência africana, italianos, espanhóis), distinguindo-os assim da generalidade de outros grupos.
Neste álbum, para além de terem vários músicos indianos que conheceram quando, em 2009, foram convidados para actuar nos Himalaias (o ponto de partida para este álbum foi a viagem que a banda realizou à Índia, onde aí foram convidados para tocar nos Himalaias), contam ainda com o contributo de Paulo Flores e dos portugueses Cool Hipnoise.
"World Massala" é o single de avanço e a generalidade das letras da banda apresentam um registo focado numa consciência política elevada.
Os Terrakota serão então os nossos convidados desta semana e contamos contigo para também nos acompanhares nestas emissões que prometem divulgar, mais uma vez, a qualidade da música nacional portuguesa.



Priscila Andrade

20 de janeiro de 2011

«Casa Ocupada» em altas dos Linda Martini

«Casa Ocupada» é o segundo álbum dos Linda Martini. E são eles: André Henriques na voz e na guitarra, Cláudia Guerreiro no baixo e na voz, Hélio Morais na bateria e na voz e Pedro Geraldes na guitarra e na voz. É certo que há menos um guitarrista com a saída de Sérgio Lemos, mas em contrapartida, regista-se uma maior presença do vocalista, André Henriques, também autor das letras das músicas.
"Mulher-a-dias" é o single de avanço. Um álbum com um registo mais punk e constituído por 10 temas, que poderão ser ouvidos, primeiramente no PIB, assim como a entrevista, e depois em oito lugares nacionais pelos quais o grupo irá passar na sua digressão, seguindo-se as respectivas datas:

22 de Janeiro - Centro Cultural Vila Flor, Guimarães
5 de Fevereiro - Sons de Vez / Casa das Artes, Arcos de Valdevez
5 de Março - Sociedade Harmonia Eborense, Évora
11 de Março - Teatro Municipal Sá de Miranda, Viana do Castelo
19 de Março - Kastrus River Klub, Esposende
26 de Março - Centro Cultural de Vale de Cambra
8 de Abril - Centro de Artes e Espectáculos de Portalegre
9 de Abril - Teatro Pax Julia, Beja




Priscila Andrade


10 de janeiro de 2011

Mónica Ferraz com o seu primeiro álbum de originais "Start Stop" em altas

Cantora, compositora e intérprete: Mónica Ferraz.
A sua voz é-nos familiar do grupo Mesa, mas agora mostra uma nova faceta a solo com o disco de estreia "Start Stop". o álbum foi todo escrito pela mesma num registo com várias influências desde o pop, rock e soul, cantado apenas em inglês.
«Go Go Go» é o single de avanço do álbum. "Acabaram os dias de rodagem do clip do 'Go Go Go'. Eu e toda a equipa de realização e produção estamos muito satisfeitos com todo o resultado. Foram uns dias longos, mas essencialmente bastante divertidos e cheios de boa disposição, ritmo e alegria. Estou muito feliz." (Mónica Ferraz, MySpace).
Directamente do Porto, teremos à conversa esta semana no PIB a Mónica Ferraz. Fiquem connosco, à hora habitual.



Priscila Andrade

6 de janeiro de 2011

"X-Glamour" - 3º disco de André Indiana em altas

André Indiana está de volta com o 3º álbum de originais: X-Glamour.
Este artista da cidade Invicta, considerado um dos grandes guitarristas e multi-instrumentistas da actualidade, apresenta um registo de puro rock, funk e soul.
Depois do grande sucesso que foi o tema "Alone With You" em 2006, regressa agora com o tema "Best Behind", que já tem sido um sucesso em terras nacionais.
Vamos estar à conversa ao longo desta semana com André Indiana, pelo que, desde já, fica o convite para estarem connosco.


Priscila Andrade